Mostrar mensagens com a etiqueta Criação de Entidades. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Criação de Entidades. Mostrar todas as mensagens

Criação da Agência Nasso Espacial

General Biclas o digníssimo Presidente da República Nasseira dos Estados Unidos de Casco de Rolha aprovou a criação da primeira e única Agência Nasso Espacial da República Nasseira dos Estados Unidos de Casco de Rolha.
A Agência Nassa Espacial vai ter a sua base cientifica e de hangar de lançamento de foguetões no Protectorado Casco Suanês da Antártida. Está já em fase de inicio de construção a plataforma de lançamento dos foguetões. Como no Antárctida é tudo gelo, os foguetões com o lume que botam ao "alevantar" descongelam tudo. Para prevenir o degelo da Antárctida os engenheiros nasso espaciais resolveram o problema em três tempos vão construir um congelador gigante para produzir gelo para compensar o que vai ser queimado.
A construção dos foguetões está a cabo da Zundapp Motor Company de Casco de Rolha. Estes foguetões vão ter motor Zundapp turbo gota injecção com motor d'estouro para conseguir alevantar e entrar em órbita terrestre. Terá ainda colaboração na construção da Transvituras Car Concept a nivel de fuselagem em pau pinho de madeira d'árvore tratada resistente à pressão da atmosfera terrestre.
Os tripulante das missões dos Foguetões Zundapp serão oficiais das Forças Armadas e Desarmadas da R.N.E.U. de Casco de Rolha com especial preferência sobre os oficiais pilotos aviadores do Exército e Força Aérea. 
Não existem ainda previsões para a conclusão das obras da base da Agência Nasso Espacial no Protectorado Casco/Suanês da Antárctida bem como da conclusão da construção do primeiro Foguetão Zundapp. 

Casco Leaks

Nasceu na República Nasseira dos Estados Unidos de Casco de Rolha uma organização de divulgação de informações confidenciais do estado e outras entidades de Casco de Rolha bem como de outros países e instituições internacionais.Esta organização foi criada por Tone da Bina em "expert" em pirataria informática. 
Este conseguiu aceder a dados confidenciais do estado da RNEU de Casco de Rolha bem como a outros estados como seja o caso da República da Testeira e Cricas de Regaladas ou União das Repúblicas do Quinto do Caralho.
Na RNEU de Casco de Rolha, os Serviços Secretos e de Informação já confirmaram o gamanço de informações confidenciais da sua base de dados. Entre os dados gamados por Tone da Bina a destacar todos os dados sobre as negociatas de António Pina Balente, ou ainda a relação de caibragem entre o atual Presidente da RNEU de Casco de Rolha General Biclas e Madre Tininha do Sagrado Coração da Rámona.
Tone da Bina conseguiu provar as negociatas de António Pina Balente. Foi confirmado que meteu ao bolso bastante graveto com a construção do Aeroporto Internacional de Casco de Rolha e aquando da aquisição do Submarino Farpão recebeu duas pipas de Pinga Alvarinha de Casco de Rolha por parte do vendedor, ato que foi explicado pelo vendedor como sendo um ato de facilitismo "perente a aquetividade" do negócio.
Confirma-se ainda que General Biclas andou a lavrar forte e feio no pomar do Convento de São Cricalho com Madre Tininha do Sagrado Coração da Rámona. Segundo registos dos Serviços Secretos e de Informação, Madre Tininha do Sagrado Coração da Rámona andava armada com fisga por baixo do hábito de freira e que General Biclas ia lá treinar tiros com a fisga de Madre Tininha do Sagrado Coração da Rámona. Constou-se ainda que chegaram mesmo a escacar pedra.
TOne da Bina vai ver a sua cabeça a prémio com estas revelações de informações confidenciais. 

Criação da Comissão Nacional de Gamelagem e Protecção da Natureza

Na primeira Assembleia Geral de Descutimento da Assembleia da República Nasseira dos Estados Unidos de Casco de Rolha foi aprovada a proposta do Governo para a criação da Comissão Nacional de Gamelagem e Protecção da Natureza. A proposta foi aprovada com votos a favor do Movimento Moinista de Casco der Rolha (MMCR) e Movimento Livre pela Nassa (MLN).
General Biclas o digníssimo Presidente da República Nasseira dos Estados Unidos de Casco de Rolha nomeou presidente da Comissão Nacional de Gamelagem e Protecção da Natureza Mota Pesada. Mota Pesada é membro honorário da Associação de Madeireiros de Casco de Rolha e Confrade da Real Irmandade da Nassa.
Relembremos que Mota Pesada é um aficionado pela natureza e foi um dos principais impulsionadores para que o "vacalhuço" da Ribeira de Casco e a rola anã fossem considerados espécies protegidas em Casco de Rolha.
A Comissão Nacional de Gamelagem e Protecção da Natureza vai estar na dependência do Ministério dos Assuntos do Exterior e Interior. Tem como principal função garantir a protecção da natureza prevenindo incêndios a desflorestação, a extinção de espécies protegidas, etc.

Criação da Real Confraria dos Tonescos

Aí está o que é, ninguém se pode rir. Foi criada mais uma real confraria "perente" Casco de Rolha, a Real Confraria dos Tonescos. Os tonesco são um prato muito apreciado pelas patroas e moços "larilosexuales" excepto pelas patroas fofonas que trocam os tonescos por fêvera. A criadora de tal real confraria foi nada mais nada menos que Se Quinhas Crica a patroa que mais tonescos comeu em Casco de Rolha e arredores.
Se Quinhas Crica desde nova que sempre gostou muito de andar aos tonescos principalmente com os tonescos dos moinas da Moina de Casco de Rolha. Aquilo tinha mais movimento que um grande aeroporto.
Ao fim de uma vida a aviar tonescos, Se Quinhas Crica decide criar uma real confraria para dar apoio a todos os consumidores de tonescos inclusivé moços que em vez de fêvera preferem tonescos. Tonescos não são nada mais nada menos que um par de armanhos frescos.

Criação da Junta Autónoma das Valetas e Caminhos de Vacas

António Pina Balente digníssimo presidente da junta de Casco de Rolha decretou em Assembleia Freguesial Extraordinária realizada nos calabouços da Moina Judiciária de Vila Nova de Santa Pinga a criação da Junta Autónoma das Valetas e dos Caminhos de Vacas para realização de obras limpezas e ademais actividades de mantimento das vias de circulação de Casco de Rolha bem como de toda a sua envolvente nomeadamente as valetas que ganham muito verdete da "auga" das chuvas que cai sobre Casco de Rolha e da bosta de vaca de quatro patas, de realçar que são de quatro patas as vacas, que cagam tudo nomeadamente as valetas e o respectivo pavimento em paralelo e calçada à portuguesa com o respectivo "aliviamento da tripa".
António Pina Balente ainda sobe acusação de meter ao bolso dinheiros freguesiais e fazer negociatas nas obras que está a realizar em Casco de Rolha, nomeadamente, Quartel dos "Vomveirios Assapadores" de Casco de Rolha e Autódramo Internacional Casco Ring e da aquisição do submarino "Farpão" veio já a público nomeadamente à Casco de Rolha TV defender-se dizendo que a criação desta nova empresa freguesial não vai ser para ele meter ao bolso como o acusam de meter.
António Pina Balente nomeou Caralhinho Tone presidente da Junta Autónoma das Valetas e dos Caminhos de Vacas E.F. de Casco de Rolha. Caralhinho Tone calceteiro marítimo de profissão com Licenciatura em Calcetagem Marítima tirada no Instituto Politécnico de Casco de Rolha já exerceu o cargo de Secretário Freguesial dos Assuntos Freguesiais no anterior mandato de António Pina Balente. Depois deixou porque arranjou mama na Empresa Municipal de Pinga e Arte (EMPA) de Vila Nova de Santa Pinga.

Tropas Especiais e Temporais de Casco de Rolha

Na passada Assembleia Freguesial foi aprovada em pleno a criação de um Batalhão de Tropas Especiais e Temporais em Casco de Rolha para melhor garantir a segurança dos Casco Rolhenses. Existia já em Casco de Rolha forças navais da Marinha de Rega. Agora passa a existir também forças militares terrestres.
Segundo o Secretário Freguesial de Defesa e Moinacial de Casco de Rolha de Rolha isto era o que faltava para garantir a soberania de Casco de Rolha "perente" as ademais comunidades vizinhas. Esta unidade militar vai ter como comandante em chefe o presidente da junta de Casco de Rolha e estará na dependência do Secretário Freguesial de Defesa e Moinacial.
O "Batalhão de Tropas Especiais e Temporais" terão o comando entregue a um General que será adjuvado no comando por um Coronel e um Tenente Coronel, sendo o segundo responsável pela Unidade de Comunicações do Batalhão. 
O Batalhão está dividido em duas Companhias, a 1.ª Companhia "Tropas Especiais" e a 2.ª Companhia "Tropas Temporais". Cada Companhia é comandada por um Major que terá como adjunto um Capitão. A destacar na 1.ª Companhia a inclusão de Capitão Quina um ex-fuzileiro da Marinha de Rega de Casco de Rolha. 
Por sua vez cada Companhia está dividida em dois pelotões. Dentro das "Tropas Especiais" existe o 1.º Pelotão "Tropas Comandos" e o 2.º Pelotão "Tropas Aerotransportadas. Dentro das "Tropas Temporais" existe o 3.º Pelotão "Tanques e Aviões" e o 4.º Pelotão "Artilharia". Cada pelotão é comandando por um 1.º Tenente que tem como adjunto de comando um Sargento Mor (Sargento de Pelotão).
Por sua vez cada Pelotão está dividido em 3 esquadras. A Unidade de Comunicações está munida de radares, rádios transmissores em ondas artesianas, telefones via satélite para fazer chamadas para o estrangeiro e ademais aparelhos de comunicação. 
Dentro do 2.º Pelotão "Aerotransportados" a destacar uma esquadra de Percursores Aeroterrestres especializados em saltos de alta altitude de reconhecimento e 2 esquadras de tropas pára-quedistas, sendo uma especialista a saltar com pára-quedas roto. 
O 3.º Pelotão está divido em 3 esquadras, sendo a 1.ª Esquadra a de Blindados. Nesta esquadra estão ao serviço duas viaturas Kubota Auto Chaimite munidos com canhão lança farpões de longo alcance e fisgas ligeiras lança ovos podres. A 2.ª Esquadra a de Transportes tem ao serviço um Gipe 4x4 para passear os oficiais, uma camioneta para levar os militares para tainadas, 2 carrinhas iveco equipadas com bancos para transporte de soldados estilo "Berlier" e um camião TIR de caixa aberta para transporte de material e um reboque caso hajam avarias. A 3.ª Esquadra a de Aviação, tem ao serviço o caça bombardeiro Zundapp RS18 que chegou a ser da Moina de Casco de Rolha, 1 Heli-bombardeiro pesado e 1 avião de transporte C130 Super Sachs RS.
Depois claro não poderia deixar de haver um Pelotão de Artilharia. Este divide-se em 1.ª Esquadra "Artilharia Pesada", munida com morteiros de farpão 80mm, lança roquetes, Canhões de rosca, etc. A 2.º Esquadra "Artilharia Ligeira" munidas com morteiros de farpão 20mm, lança granadas de farpão, minas anti-carro e ademais peças de artilharia com pouco peso. Por fim a 3.ª Esquadra de Artilharia Anti-aérea.
Esta Companhia de Tropas Especiais e Temporais vai-se distinguir das ademais forças militares pelo uso da boina "Vermelho Tinto". Segundo o seu criador vão ser a Tropa de Elite de Casco de Rolha prontos a intervir em qualquer cenário de guerra ao nível dos Navy Seals dos EUA.

Rancho Folclórico Académico no IPCR

Aí está o que ninguém esperava, mas que todos pensaram um dia acontecer, foi criado um rancho folclórico no Instituto Politécnico de Casco de Rolha. A sua criação é da invenção de Pistoleira Ribatexanas a sócia de Tony Charles na Charles & Pistolas.
Esta ideia surgiu porque Pistoleira Ribatexanas respondeu a um panfleto da Tuna Feminina do IPCR e quando foi fazer os testes de canto, não foi admitida pois cantava muito rápido e com voz de cana rachada. Sendo impossibilitada de concretizar um dos seus sonhos desde muito nova, decidiu ela mesmo criar um grupo académico onde pudesse cantar, o Rancho Folclórico Académico do IPCR.
Para além de fundadora é também a cantadeira em dupla de três com M5 Caga Tacos. Conta ainda com duplas de dançarinos, corneteiro, tocadores de gaitas de beiços, tocadores de concertina, ferrinhos, sanfona, bombo, entre outros instrumentos.